- Notícia

VENDA DE ITEM PARA BELEZA DEVE RECUAR NESTE ANO

O mercado de beleza, apesar de mais resiliente, também sofre com os efeitos da crise econômica. A conclusão é de estudo do serviço de assinatura Glambox, que mostra que 24% das brasileiras devem diminuir seus gastos com o segmento, enquanto 52% devem dispender quantias iguais às do ano passado.

Cerca de 46% das entrevistadas afirmaram a pretensão de restringir seus gastos ao “essencial”, enquanto 18% pretende ficar mais atentas à promoções. Em 2015, os gastos mensais de 60% das mulheres ouvidas pela Glambox ficaram entre R$ 51 e R$ 200. “Os resultados foram interessantes e poderão ser usados pelas marcas para o planejamento de ações de marketing no futuro. Além disso, demonstra que mesmo com a crise, existem certos cuidados dos quais as mulheres não abrem mão. A pele do rosto é um exemplo”, afirmou, em comunicado oficial, Flora Singer, diretora comercial da Glambox.

Em relação à chamada “cesta básica de beleza”, 58% das entrevistadas responderam que não deixarão de comprar produtos para cuidados com os cabelos; 57% não devem abrir mão de maquiagem; 56%, de produtos para limpeza facial; e 51%, de perfumes. “Descobrimos com a pesquisa que, mesmo com a necessidade de conter gastos, a cesta básica de beleza não é tão básica assim”, finalizou Flora.

O levantamento ainda trouxe insights sobre ambientes de compras: 60% das mulheres ouvidas afirmaram variar a comprar entre loja física e on-line; 15% dizem comprar principalmente em lojas físicas; 13% só faz compras em lojas físicas; 9% prefere comprar pela internet e 1% efetuam compras exclusivamente pela internet.

Veículo: Jornal DCI

About Assessoria de Comunicação

Read All Posts By Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *