- Boletim, Notícia

Cardiologista recomenda atenção à procedência e à pureza do ômega-3 no consumo de suplementos

Melhoras na função vascular, pressão arterial, concentração, memória, perda de peso… Os benefícios ligados ao consumo do ômega-3 (EPA + DHA), seja em alimentos como peixes, nozes e algumas sementes, ou em suplementos alimentares, são muitos. As opções de suplementos com este tipo de gordura no mercado são diversas e elas variam de preço e, principalmente, de qualidade.

De acordo com a cardiologista e Gerente-Executiva de Suporte Técnico-Científico da Biolab Farmacêutica, Dra. Egle Costa Oppi, é importante que o consumidor, ao optar pela suplementação com o ômega-3, esteja atento para dois pontos principais: buscar sempre a recomendação de um médico especialista e conferir a procedência e a pureza do óleo contido no produto.

“Atualmente no mercado brasileiro há um grande número de suplementos de ômega-3, mas a maioria deles possui baixa concentração do EPA e DHA (ácidos graxos que compõem o ômega-3), não certificam sua pureza e, portanto podem apresentar metais tóxicos em sua composição, podendo levar a riscos à saúde de quem os consome”, afirma a cardiologista. “O recomendado é que o consumidor opte sempre por suplementos com pureza comprovada, sendo seguros para prescrição médica”, complementa.

Segundo a Dra. Egle Oppi, o mercado conta com uma gama interessante de produtos com ômega-3 de boa procedência. “Existem bons suplementos de ômega-3, com alta concentração e pureza da gordura. Algumas opções, inclusive, apresentam associação a minerais importantes ao organismo em uma única cápsula”, recomenda a especialista.

Benefícios do ômega-3

Especialistas são praticamente unânimes ao defender os ganhos à saúde proporcionados pelo consumo do ômega-3 de procedência garantida. Os benefícios dessa gordura poli-insaturada para o cérebro e para o coração são vários. O Ácido Eicosapentaenoico (EPA) e o Ácido Docosahexaenoico (DHA), que compõem sua estrutura, são grandes aliados à redução das triglicérides, ao aumento do HDL, o bom colesterol, à melhora da função vascular e ao controle da pressão arterial, além de melhorar a concentração e a memória.

Para a Dra. Egle Oppi, o consumo do EPA + DHA associado a outras vitaminas e minerais, como o Zinco e o Selênio, por exemplo, agrega benefícios para todo o organismo. “Os minerais Zinco e Selênio associados ao EPA e DHA garantem, além dos benefícios do ômega-3, importante ação antioxidante, pois atuam na inibição do estresse oxidativo que ocorre todos os dias em nosso organismo”, ressalta.

A cardiologista destaca que as fontes naturais do ácido graxo também são muitas: peixes, como o arenque, salmão, sardinha e atum; sementes de chia e linhaça; azeite de oliva e vegetais, como brócolis, espinafre e rúcula. Porém, ela lembra que a maior parte deles não contém a quantidade diária necessária do nutriente.

Fonte Boletim SnifBrasil

About Assessoria de Comunicação

Read All Posts By Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *